terça-feira, 29 de agosto de 2017

GUARDA PORTUÁRIO GANHA MEDALHA DE OURO NO KETTLEBELL SPORT

No mês de agosto o Guarda Portuário Israel Angelo, participou do 2º Campeonato Baiano de Kettlebell Sport, que ocorreu no dia 5, no clube Costa Verde em Salvador.



Praticante desde 2013, Israel diz que conheceu a modalidade através de um colega de faculdade em um curso. "Posteriormente fiz alguns cursos e me aprofundei na pesquisa da modalidade, que se divide em Kettlebell Sport, com uma perspectiva de competição e Kettlebell Hard Style, que trabalha numa perspectiva das valências físicas: força, potência, resistência muscular, dentre outras" conta.


O Kettlebell Sport utiliza uma técnica  de levantamento de peso que exige força e habilidade com o kettlebell, uma bola de ferro com alça que pode pesar 24 quilos na categoria feminina e 32 quilos na masculina em campeonatos profissionais. O esporte consiste em quatro provas - jerl, snatch, long cycle e o biathlon. O vencedor é o atleta que conseguir executar mais repetições, validadas tecnicamente pelo árbitro, no tempo da prova.

Nos últimos dois anos o esporte cresceu no Brasil e desde 2014, quando os primeiros campeonatos foram organizados, o nível técnico e a performance dos atletas aumentaram. Em 2016, o Brasil sediou pela primeira vez uma etapa do GP mundial da WAKSC (Associação Mundial de Kettlebell Sport) em Curitiba, que contou com 47 atletas de 8 estados brasileiros.


Participando do campeonato pela 1ª vez, Israel foi medalha de ouro do Snatch 5 minutos, disputando pela equipe da L3 Fun Training. Ele que também é treinador da Raça Kettlebell Club, um novo clube que pretende colocar na disputa entre os melhores do país no esporte.


O campeonato baiano foi a quarta competição realizada em Salvador e a quinta no estado. Em setembro, a capital baiana sediará ainda o GP Brasil 2017 da WAKSC, e terá pela primeira vez a presença do russo Sergey Rachinskiy, com 12 títulos mundiais no esporte e detentor  de sete recordes  no Guiness Book em levantamento de peso.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

ENCONTRO NACIONAL DA GUARDA PORTUÁRIA PRIORIZA A PEC 59/2007

Representantes da GPort que estavam no Encontro criaram um cronograma para que as decisões fossem apresentadas às suas bases.



Entre os dias 04 e 06 de Maio de 2017, ocorreu em Salvador, no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Salvador, o III Encontro Nacional da Guarda Portuária do Brasil, com o tema “TODOS PELA SEGURANÇA PÚBLICA PORTUÁRIA”, evento que foi organizado pela Associaçãodos Guardas Portuários do Estado da Bahia – ASGPOR/BA.


Recepção do Encontro Nacional
A abertura contou com uma breve apresentação da Guarda Portuária num contexto geral. Foram citados também os encontros nacionais anteriores e suas respectivas bases que os organizaram.

A mesa foi composta pelas autoridades presentes na abertura do evento, dentre elas estão o Sr. Tiago da Silva Palma (Agente de Polícia Federal e Coordenador da Comissão Estadual  de Segurança Pública nos Portos, Terminais eVias Navegáveis), Sr. Alcir Alfredo Hack, Procurador do Trabalho e Gerente do Projeto Portos Seguros da Coordenadoria Nacional do Trabalho Portuário e Aquaviário (CONATPA) do Ministério Público do Trabalho, o Sr. Fabiano Vianna Coppiters, Coordenador II, representando o Inspetor Geral da Guarda Civil Municipal do Salvador, Sr. Eduardo Lírio Guterra, Presidente da Federação Nacional dos Portuários (FNP) e o Sr. Lídio Pereira do Nascimento Filho, Oficial de Operações do Grupamento de Fuzileiros Navais. Após as palavras iniciais das autoridades, foi desfeita a mesa, com uma pequena pausa para o Coffee Break.

Parte dos participantes do Encontro Nacional
As palestras iniciaram com o Sr. Tiago da Silva Palma (Coordenador da CESPORTOS/BA) que deu ênfase na importância do ISPS-Code na segurança dos portos. Em seguida o Dr. Olinto Marcelo, Agente de Polícia Federal e Negociador do Grupo de Pronta Intervenção (GPI) falou sobre gerenciamento de crises e da importância do preparo do Guarda Portuário, por ser geralmente o primeiro a chegar a uma ocorrência. Após a pausa para o almoço, ocorreram as palestras do Sr. Dinelson Fernandes Júnior, Chefe da Guarda Portuária do Porto de Aratu-Candeias, que falou sobre o trabalho da Guarda Portuária nos portos baianos. Dando continuidade, o Sr. Vilmar Santos, Presidente da Associação Nacional da Guarda Portuária do Brasil - ANGPB explanou sobre a situação da  GPort e a luta pela conquista dos direitos da categoria. E, encerrando as palestras do primeiro dia, o Sr. Maurício Rosa Lima, Diretor Geral de Prevenção à Violência e Segurança Urbana (DPV/Semop), representando a Guarda Municipal, falou sobre a estruturação implantada naquela corporação.

Iniciando o segundo dia do encontro, a ASGPOR-BA fez uma homenagem a todos os Guardas Portuários “antigos” que estiveram presentes quando a turma de 2006 ingressou na Guarda Portuária da Bahia (primeiro concurso realizado pela CODEBA) com a escolha simbólica do Sr.. Eli Augusto como representante, ele que na época estava como presidente da ASGPOR-BA.

Lídio Pereira Filho (Oficial de Operações dos Fuzileiros Navais)
Continuando com as palestras, o Sr. Adriano Lemos, Guarda Portuário do Porto de Ilhéus, realizou uma apresentação sobre o referido Porto. Em seguida o Sr. Lídio Pereira do Nascimento Filho, Oficial de Operações do Grupamento de Fuzileiros Navais, fez considerações sobre as possíveis intervenções dos Fuzileiros nos Portos, dando apoio à Guarda Portuária.

Guardas Portuários da Bahia
Após a pausa para o almoço, foi realizada visita técnica no Porto de Aratu-Candeias com ônibus disponibilizado pela organização do evento, retornando ao Porto de Salvador no final da tarde, encerrando o segundo dia do Encontro.

Encerramento no Clube dos Empregados da Petrobras
No terceiro dia, foi realizada visita técnica ao Porto de Salvador e, logo em seguida, os presentes foram conduzidos para o Clube dos Empregados da Petrobras onde a ASGPOR-BA realizou um encontro de encerramento com churrasco, bebidas e música ao vivo, em agradecimento à participação dos Guardas Portuários no III Encontro Nacional.

DEBATES:

No Encontro foram debatidos diversos assuntos pertinentes à Guarda Portuária, dentre eles, estão os reflexos da Lei de Terceirização e a possível privatização das Administrações Públicas Portuárias, como já vem ocorrendo em alguns estados, assim como a atual situação da GPort no âmbito nacional da Segurança Pública.

Também foi aberta votação para definição da base que irá receber o 4º Encontro Nacional da Guarda Portuária do Brasil, e por votação e maioria absoluta ficou definido que a base de Santos-SP  irá receber e organizar esse encontro, em 2018

Representantes da base de Santos-SP
Foi aprovado também por maioria absoluta dos presentes que a base do Estado do Pará ficará pré-estabelecida como a base que sediará e organizará o 5º Encontro Nacional das Guarda Portuária do Brasil em 2019, ficando a confirmação a ser votada no encontro de 2018 em Santos-SP.

Após a visita técnica no segundo dia do Encontro, representantes de várias bases decidiram permanecer em reunião para traçar uma estratégia de ação, que culminou na criação da Coordenação de Ação para que as tratativas regionais ficassem centralizadas. Ficou decidido também dar continuidade à luta pela aprovação da PEC 59/2007, que cria a Guarda Portuária Federal. Também foi criado um cronograma para que os representantes levassem as decisões para as suas bases, para que fosse colocado em votação através das Associações/Sindicatos, dando legitimidade ao acordado.

Todos os demais encaminhamentos em trâmite serão mantidos, tais como, o projeto de lei do Estatuto da Guarda Portuária, e a possível mudança de regime jurídico da GPort (estatutários).

As lutas em relação às Portarias 121 e 350 ficarão a cargo das entidades locais com o apoio, sempre que necessário, da FNP.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

ASGPOR-BA DIVULGA OS PALESTRANTES DO ENCONTRO NACIONAL


A Associação dos Guardas Portuários do Estado da Bahia - ASGPOR-BA divulgou nesta quarta-feria (3) a programação completa com os nomes dos palestrantes e componentes da mesa no Encontro Nacional da Guarda Portuária do Brasil, que será realizado nos dias 4, 5 e 6 de maio de 2017.


PROGRAMAÇÃO

QUINTA FEIRA, 04 DE MAIO DE 2017

07:00 às 08:00 – Chegada e recepção;
08:00 – Abertura da cerimonia e início das Atividades
(Composição da mesa com as Autoridades);
10:00 – Coffee Break;
10:30 – Tiago da Silva Palma – CESPORTOS;
11:15 – Dr. Olinto Marcelo – “Gerenciamento de Crises, Primeira Intervenção”;
12:15 – Almoço;
13:15 – Dinelson Fernandes Sacramento Junior – CHEFE de SERVIÇO da Guarda Portuária do Porto de Aratu;
14:05 – Vilmar Santos – Presidente da ANGPB;
14:55 – Coffee Break;
15:25 – Guarda Civil Municipal do Salvador;
16:15 – (A CONFIRMAR);
17:00 – Encerramento do primeiro dia.


SEXTA FEIRA, 05 DE MAIO DE 2017

07:00 às 08:00 – Chegada e recepção;
08:00 – Palavras do Fundador da ASGPOR-BA;
08:30 – Discussões internas, todos os Guardas Portuários do Brasil;
10:00 – Coffee Break;
10:30 – Fuzileiros Navais – Oficial de Operações do Grupamento: Primeiro-Tenente (AFN) Lidio Pereira do Nascimento Filho;
11:15 – Apresentação do Porto de Ilhéus;
12:00 – Almoço;
13:00 – Visita ao porto de Salvador;
14:00 – Deslocamento e visita ao Porto de Aratu;
17:00 – Chegada e retorno a Salvador finalizando o segundo dia.

SÁBADO, 06 DE MAIO DE 2017

Dia destinado apenas aos Guardas Portuários de todo o Brasil que se fizerem presentes, a fim de deliberarmos e discutirmos situações e ações pontuais inerentes à GUARDA PORTUÁRIA DO BRASIL

08:00 – Ponto de Encontro na Sede do Porto de Salvador;
08:30 – Saída em ônibus ao local para discussão, confraternização e Evento Surpresa;
17:00 – Retorno ao Porto de Salvador;